Menu

Como Criar um Funil de Vendas para CPA?

C2 CPA Network presente no AWE Berlin em 2016
julho 7, 2016
O que é e Como Usar o Micro Comprometimento no CPA?
maio 6, 2017
Show all

Como Criar um Funil de Vendas para CPA?

Quando trabalhamos com Marketing de CPA existem algumas diferenças do trabalho como afiliado de infoprodutos e principalmente do trabalho com Google Adsense, e fica evidente a necessidade de se criar um funil de vendas que realmente apresente uma performance diferenciada. Um ponto a levar em consideração é que no Marketing de CPA geralmente a venda é feita para produtos físicos, portanto é fundamental buscar fechar a venda o mais rápido possível visto que no dia seguinte a pessoa talvez acabe comprando em uma loja física.

Este problema não acontece quando estamos vendendo infoprodutos (especialmente com cookies para first click), afinal mesmo que a compra seja feita através de outro afiliado no first click o que vale para comissão é quem gerou o primeiro clique para a oferta. E não havendo outro lugar para realizar a compra mesmo que a pessoa compre muitos dias depois a comissão será sua.

Com isto em mente vou mostrar aqui quais são os principais aspectos a serem considerados no momento de se criar um funil de vendas completo para campanhas em marketing de CPA. Claro que se deve considerar que algumas alterações sempre serão necessárias devido ao tipo de produto que estiver promovendo e principalmente devido ao público-alvo de sua campanha, lembre-se sempre de adaptar sua publicidade a seus compradores em potencial, isso faz uma imensa diferença.

Um bom funil de vendas precisa ter no mínimo 3 etapas para garantir uma alta performance, que são:

Aquisição de leads: aqui considere o lead não apenas quando este já entrar em alguma de suas listas, mas também pelo simples fato de estar visitando sua landing page. Uma aquisição de leads para ser qualificada como boa precisa ter visitantes reais e ser escalável.

Uma boa Landing Page: sua landing page será a principal responsável por levar a pessoa a comprar o que estiver promovendo, portanto é fundamental que faça testes com diversas landing pages para determinar uma que de fato traga bons resultados.

Uma boa lista: aqui vamos considerar como lista não apenas uma lista de e-mails pra e-mail marketing, mas também (e principalmente) as listas de Remarketing. Com boas listas de Remarketing é possível gerar conversões com leads que a princípio haviam abandonado a página sem comprar e isso pode fazer uma grande diferença no ROI de sua campanha.

 

Agora que você já conhece as 3 etapas básicas para um bom funil de vendas para campanhas em Marketing de CPA vamos olhar cada uma destas etapas para que você tenha como montar o seu funil e ter excelentes resultados.

Aquisição de Leads (Geração de Tráfego Escalável)

Este é um ponto fundamental, afinal sem tráfego não será possível vender nada, muito menos escalar sua campanha. No momento de escolher suas fontes de tráfego é importante considerar o quão escalável é esta fonte e também ir fazendo o acompanhamento de o quanto está gerando conversões diretas (ou seja, imediatas). É interessante que mesmo sem considerar as outras etapas do funil já tenha um ROI positivo nas conversões já neste primeiro momento, desta forma não correrá o risco de ter ROI negativo na campanha como um todo.

Quando o assunto é escalabilidade não há como não falar em anunciar em redes de Native Ads como Taboola, Outbrain, RevContent, etc. Estas redes apresentam um imenso potencial de escalabilidade, possuem uma entrega realmente atrativa para quem busca escalabilidade. A grande questão será sempre gerar conversões ao trabalhar com sua campanha e isto depende muito de sua Landing page e não apenas de sua fonte de tráfego.

Outras fontes também podem trazer uma excelente escalabilidade, como por exemplo campanhas de Display no Google Adwords e Facebook Ads, porém particularmente recomendo que use estas duas opções mais para trabalhar o Remarketing de sua campanha, desta forma os custos serão menores e terá excelentes resultados trabalhando com estas redes.

Mais um ponto importante na aquisição de leads é ter em mente seu objetivo com o anúncio, se pretende já gerar a conversão na hora ou se pretende alimentar alguma de suas listas. É importante ter isso definido antes de criar seu anúncio pois toda a comunicação no anúncio deve ser direcionada a atrair o público correto, ou seja as pessoas que tem o maior potencial para gerar a conversão desejada. Este é um dos segredos para criar anúncios que trazem ROI positivo, ao mesmo tempo atrair o público-alvo e repelir pessoas que não irão converter da forma que deseja.

Com seu objetivo traçado para a campanha que irá fazer e seus anúncios á definidos (ainda não publicados), é o momento de começar a trabalhar com suas landing pages, pois são elas que irão trazer os resultados que você deseja para esta campanha, é exatamente isso que veremos a seguir.

Construindo uma Boa Landing Page!

Nesta etapa antes de qualquer coisa já deve ter em mente que inicialmente irá trabalhar com mais de uma Landing page, para com isso fazer um teste A/B entre as páginas e determinar qual de suas páginas apresenta um melhor desempenho. A base de se trabalhar com diversas landing pages é para ter uma melhor condição de fazer sua otimização, o que você pode ver em maiores detalhes no artigo a seguir:

Melhore a Otimização de suas Campanhas como os PROS!

Mas alguns pontos são básicos e devem ser sempre seguidos no processo de otimização de uma landing page, que são:

Layout: teste diferentes layouts para suas páginas, ainda que com exatamente o mesmo conteúdo é interessante testar templates diversos, muitas vezes apenas a alteração do template já traz resultados expressivos em sua campanha.

Headline: é o título de sua landing page, este é um ponto de fundamental importância pois as pessoas tendem a prestar muito mais atenção ao título do que ao conteúdo em si. Um bom título já fará com que a pessoa pare tudo o que esta fazendo para prestar atenção ao que existe em sua landing page, portanto teste diversas headlines tanto para sua landing page como também para seus anúncios, títulos de e-mails, etc.

Imagens: uma boa parte da comunicação e também da persuasão se dá através das imagens utilizadas em sua landing page, além de buscar uma boa contextualização para suas imagens vale a pena explorar o impacto que certas imagens tem no estado emocional da pessoa que a estiver observando, uma vez que aprenda a alterar o estado emocional de um visitante terá aprendido o caminho para facilitar a confiança e a segurança necessárias para fechar uma venda online.

CTA (Call to Action): neste item também deve haver uma série de testes para determinar qual apresenta uma melhor taxa de conversão. Vale lembrar que algo que funcione muito bem em uma campanha pode simplesmente não funcionar em outra porque estaremos lidando com um público-alvo diferente, sendo assim é natural que o comportamento destas pessoas no site também seja diferente.

Gerando Listas (e-mail marketing, Remarketing, etc)

Sabemos que uma parte grande do tráfego que geramos em nossas campanhas acaba se perdendo devido a pessoas que visitam nossas landing pages e acabam as abandonando antes de fazer a compra. Porém isto não representa um tráfego realmente perdido, o fato de a pessoa abandonar a página naquele momento não quer dizer que não tenha interesse em comprar, mas sim que não o fez naquele momento.

Para minimizar esta perda o caminho é criar pontos de conexão com estes visitantes para permitir que estes retornem ao site em um outro momento, para isso o melhor caminho é apostar em e-mail marketing e também em remarketing. Ambos são bastante eficazes e podem inclusive serem utilizados em conjunto, ou seja na mesma página em que você capturou o e-mail da pessoa já estará marcando ela em uma lista de remarketing através de um pixel.

Para que você consiga fazer uma captura de e-mails eficaz é fundamental que ofereça algo de valor para quem se cadastrar, isso pode ser um e-book, um vídeos, etc. Não importa exatamente o que será oferecido, o importante é que seja percebido como algo de valor pelas pessoas, assim elas certamente irão dar seus e-mails. Após isso basta ter um autoresponder bem configurado e vendas vão surgir através dos e-mails.

Para reforçar a qualidade de suas campanhas de remarketing também recomendo que segmente suas listas de remarkting através da criação de diferentes listas de acosdo com as páginas que aquela pessoa já visitou, assim tornando a comunicação cada vez mais eficaz. Para fazer esta segmentação basta ter diferentes listas com seus pixels de remarketing em páginas diferentes, apenas com isto é possível criar um funil de vendas completo e eficiente para aumentar suas conversões.

Seguindo estas dicas e integrando tudo em um mesmo funil de vendas certamente vai ter a capacidade de gerenciar campanhas com alta performance em marketing de CPA e consequentemente vai ganhar mais dinheiro trabalhando online!

Vinicius Horta
Vinicius Horta
Empreendedor digital a 6 anos e gerente de conteúdo na C2 CPA Network.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *