Menu
Anunciante: Aumente sua Lucratividade no Marketing de CPA!
novembro 20, 2017

Quando estamos começando a trabalhar como afiliados de produtos físicos ou mesmo de infoprodutos é natural termos diversos tipos de dúvidas, na verdade são exatamente estas dúvidas que nos levam a buscar mais conhecimento. Entre uma grande quantidade de dúvidas uma bastante frequente é com relação a que tipo de campanha escolher, CPA ou CPL, neste artigo vai saber exatamente o que fazer para escolher e também como maximizar seus resultados com uma estratégia simples.

Antes de qualquer coisa é fundamental que entenda exatamente a diferença entre cada tipo de campanha e também que saiba mensurar qual tipo se adequa melhor ao seu momento e objetivos como afiliado. E mesmo antes de falar diretamente sobre qualquer das duas modalidades já vou responder outra grande dúvida dos afiliados iniciantes, que é sobre qual das duas “dá mais dinheiro”, e na verdade ambas podem ser bastante rentáveis, basta trabalhar da forma correta.

Entendendo a principal diferença entre ambas modalidades de campanha:

Campanhas em CPA: são campanhas de marketing de performance que visam a venda como resultado final, ou seja você recebe sua comissão quando de fato ocorrer uma venda através de sua indicação (link de afiliado).

Campanhas em CPL: neste tipo de campanha também há remuneração por performance, porém aqui o objetivo da campanha a princípio é a geração de leads (cadastros). Estes cadastros podem ser de diversos tipos, vai depender da campanha em si.

Agora que já temos claro a diferença entre um tipo de campanha e outro podemos começar a avaliar os pontos positivos e negativos de cada uma, assim facilitando para que você escolha o modelo de campanha mais adequado a seu perfil de afiliado. Veja a seguir os prós e contras de cada modelo de campanha de Marketing de Performance.

Prós e Contras nas Campanhas em CPA

O marketing de performance ficou bastante conhecido no Brasil justamente por suas campanhas em CPA, aqui mesmo na C2 CPA Network já tivemos inúmeras campanhas de sucesso no modelo de CPA que desde 2013 estiveram em grande evidência na internet, gerando excelentes comissões para os afiliados e ganhos expressivos para os produtores.

São campanhas que como ponto positivo geralmente possuem comissões mais altas por cada venda, o que lhe permite investir mais dinheiro em publicidade (ou em seus projetos de SEO) e ainda assim obter um ganho expressivo. Outro ponto bastante positivo deste modelo de campanha é o fato de que em marketing de performance não há estorno de comissão, uma vez realizada a venda a comissão e sua.

Como ponto negativo (ou de maior dificuldade) temos que são produtos para a venda, e sabemos que vender algo é mais difícil do que promover o cadastro em algo. É natural que a taxa de conversão de uma campanha de CPA seja muito mais baixa do que a taxa de conversão de uma campanha em CPL e isso é perfeitamente normal (exatamente por isso há uma diferença tão grande na comissão).

Também devemos considerar que campanhas de CPA tendem a ser campanhas mais estáveis, ou seja, que permanecem online por mais tempo, sendo assim são campanhas que possibilitam montar uma estrutura completa para elas, estrutura esta tanto para tráfego pago, SEO, e-mail marketing, etc. Com isso temos a possibilidade de maximizar nossos ganhos com a campanha.

Prós e Contras nas Campanhas em CPL

No Brasil uma grande quantidade de afiliados não dá a devida atenção para campanhas CPL, porém afiliados mais experientes (principalmente dos EUA) sabem que este tipo de campanha pode render muito dinheiro em comissões quando bem executada. Um dos principais fatores para isso é que conseguir um cadastro é relativamente fácil e entendera porque.

Não há como contestar o fato de que conseguir um cadastro é consideravelmente mais simples e barato do que conseguir uma venda, porém embora isso seja mais fácil do que conseguir uma venda há uma armadilha a ser evitada. Para trabalhar com campanhas em CPL e fazer com que isso seja realmente rentável desde o início sua estratégia deve ser buscando alta escalabilidade.

Escalabilidade é um fator fundamental para este tipo de campanha porque sua comissão é mais baixa, então para receber o que receberia em uma única venda de CPA terá que gerar diversos leads. Sabendo disso se pretende trabalhar com este tipo de campanha já comece idealizando sua campanha pensando em escala.

Se vai criar uma campanha que suporte uma boa escalabilidade a princípio terá que trabalhar mantendo o foco em dois pontos importantes ao sucesso de sua campanha, que são:

Fonte de tráfego: embora campanhas em CPL também necessitem de um tráfego de boa qualidade é importante saber que fontes de tráfego excessivamente segmentadas tendem a não ter escalabilidade, então neste ponto está um desafio, que é buscar o melhor tráfego possível com o menor custo possível. Mas lembre-se de que os cadastros devem ser reais e de pessoas realmente interessadas na oferta.

Servidor que suporte a escalabilidade: Uma vez que encontre uma boa fonte de tráfego e que tenha escalabilidade para oferecer é importante que seu servidor suporte este grande volume de tráfego, afinal caso tenha um servidor muito simples pode acontecer de ele ficar fora do ar durante sua campanha.

Um único ponto negativo que existe neste modelo de campanha é que campanhas que são exclusivamente CPL tender a ter uma “vida útil” menor do que campanhas em CPA, afinal uma vez atingido o objetivo do anunciante em leads a campanha tende a ser pausada. Se para você isso é um problema continue lendo que a seguir há uma excelente solução para isso.

Como Saber qual é Mais Indicado para Meu perfil de Afiliado?

Este é um ponto delicado a ser considerado, a princípio posso dizer que ambos os modelos são excelentes para todos os afiliados, porém há particularidades em cada um dos modelos que podem acabar sendo mais atrativos para cada pessoa.

Geralmente afiliados que estão começando tendem a gostar de campanhas CPL porque são mais fáceis de converter, porém acabam desanimando por não buscar a escalabilidade, sim, afiliados iniciantes nem sempre se lembram que uma comissão pequena multiplicada algumas milhares de vezes irá resultar em uma excelente renda.

Imagine o seguinte senário:

  • CPL: R$ 6,40
  • Custo por cada lead: R$ 1,50
  • Lucro por lead: R$ 4,90
  • Leads Gerados por mês: 1.500
  • Lucro do mês: R$ 4.900,00

Para se chegar neste resultado o afiliado teria que gerar em média 50 cadastros por dia com um custo de R$ 1,50 por cadastro. Agora imagine o potencial de uma campanha destas caso o afiliado passe a gerar mais cadastros ou talvez rodar 2 ou 3 campanhas ao mesmo tempo.

Já para campanhas de CPA para se chegar no mesmo valor de lucro a quantidade de vendas em si é menor, teríamos algo como:

  • CPA: R$ 110,00
  • Custo por cada venda: R$ 70,00
  • Lucro por venda: R$ 40,00
  • Vendas por mês: 124
  • Lucro do mês: R$ 4.960

Para isso o afiliado teria que estar mantendo uma média de 4,13 vendas por dia, também considerando que tanto é possível aumentar o número de vendas por dia no mesmo produto ou simplesmente trabalhar com mais campanhas ao mesmo tempo.

Como Trabalhar uma Única Grande Campanha com Ambas Monetizações?

Aqui está um ponto que muitos (muitos mesmo) deixam escapar no momento de trabalhar suas campanhas, que é criar campanhas com um funil de vendas mais profundo. Para isso você deve abandonar a mentalidade imediatista de querer apenas enviar o tráfego para a oferta para converter o mais rápido possível.

O que a maioria dos afiliados faz atualmente é simplesmente adquirir o tráfego o direcionar para a oferta de CPA, assim buscando a compra por impulso. Isto funciona, porém não tão bem quanto uma campanha com múltiplas fontes de rendimentos.

O “segredo” para isso está justamente em buscar antes de qualquer coisa gerar o lead para você mesmo, para apenas após este passo começar a trabalhar na monetização desta lista, que pode se dar de diversas formas, como por exemplo através de e-mail marketing, chat do facebook, whatsapp, etc.

O conceito em si é o mesmo para qualquer uma destas plataformas, primeiro você conquista o contato para você, apenas após isso deve buscar a monetização deste contato. Fazendo isso terá como trabalhar mais de uma oferta com esta pessoa ao longo do tempo, podendo trabalhar tanto campanhas de CPA como também de CPL para o mesmo contato.

Para que isso funcione bem o que deve ser feito é evitar ser muito intrusivo ao oferecer uma segunda campanha, basta a citar vez ou outra em seus textos, com isso caso a pessoa tenha interesse naturalmente irá clicar no link para saber mais e neste momento poderá estar gerando uma segunda conversão com um mesmo lead (que não teria caso o enviasse direto para a oferta logo no primeiro contato).

O ponto mais complexo neste tipo de estratégia é certamente a forma de se comunicar com sua audiência, afinal se apenas os expor insistentemente a propagandas estes irão se afastar. É neste momento que o marketing de conteúdo se mostra muito importante, para manter sua audiência conectada a você é fundamental que lhes entregue conteúdo que seja realmente relevante, que lhes seja útil.

Como pode ver fica claro que não importa se vai estar trabalhando com campanhas de CPA ou CPL, a forma como irá trabalhar é que faz uma grande diferença em seus resultados. Inclusive recomendo que faça um teste, se tem alguma lista de e-mails já meio “fria”, que tal voltar a se comunicar com esta lista e fazer alguns testes com campanhas de CPL, o resultado certamente pode te surpreender!